Blog

Banner Blog Granja Marileusa

Distrito de Inovação: o lugar ideal para sua empresa.

Granja Marileusa

O Distrito de Inovação é o novo modelo urbano que está surgindo com o objetivo dar qualidade de vida e desenvolver empresas. São as áreas geográficas onde universidades, grandes e pequenas empresas, startups se reúnem em locais com toda a infraestrutura planejada para se viver, trabalhar e investir.

Por conta deste novo modelo de criação de regiões que garantem acessibilidade, qualidade de vida e desenvolvimento de novas ideias é que vamos falar neste post sobre o lugar ideal para sua empresa estar: em um distrito de inovação. Vamos lá?

O que é um Distrito de Inovação?

O Brookings Institution, define o distrito de inovação como áreas geográficas onde instituições e empresas se agrupam e conectam-se a startups, incubadoras de empresas e aceleradoras. Além de também serem fisicamente compactos, transitáveis, tecnicamente conectados e serem compostas por residências, escritórios e varejo.

Mas o que tudo isso significa?

Em termos mais básicos, um distrito de inovação é uma parte de uma cidade onde pessoas criativas, inovadoras, empreendedoras e estudantes podem estar próximas para desenvolver e implementar novas ideias. Ou seja, é uma espécie de “espaço de trabalho vivo”.

Estes espaços são compostos de tudo o que as pessoas precisam para ter uma vida urbana conveniente e segura, incluindo uma variedade de opções de hospedagem, diversão, entretenimento e empresas. Além de outras comodidades, como lanchonetes, restaurantes, parques, academias e opções de transporte.

Por isso, o distrito de inovação é uma poderosa estratégia urbana, sendo considerada  o próximo passo para o desenvolvimento de novas ideias para o avanço tecnológico e econômico. Isso acontecendo em ambientes abertos em que as pessoas podem circular livremente e são estimuladas a inovar constantemente.

DIstrito de Inovação

O que compõe um Distrito de Inovação?

Um distrito de inovação é composto por empresas, instituições e organizações que impulsionam, cultivam ou sustentam um ambiente rico em inovação. Separamos os três principais fatores que o compõe para você conhecer melhor este novo modelo urbano.

Ativos físicos

Os distritos de inovação são compostos de ativos físicos. Ou seja, são os espaços públicos e privados — como, por exemplo, edifícios, ruas, e outras infraestruturas — que são planejados para estimular o mais alto nível de conectividade e colaboração. Em um distrito estes ativos são destinados a construir relacionamentos e conexão entre pessoas e empresas.

Networking

Empresas, instituições e pessoas reunidas em um único local. Este é um fator importante que um distrito de inovação deve possuir. Afinal, esta é a combinação perfeita para aqueles que desejam aumentar seu potencial acelerando e evoluindo diversas ideias. Além disso, o networking potencializa a interação espontânea entre pessoas inteligentes e constrói relacionamentos positivos para ambas as partes.

Empresas

Inovar é a palavras-chave fundamental para as empresas. Isso porque, esta é a resposta para as mudanças constantes no mercado atual, além permitir acompanhar a evolução constante das necessidades do cliente. Estando em um mesmo espaço, com o objetivo comum de inovar as empresas e pessoas podem desenvolver soluções mais rápidas, estruturadas e escaláveis.

Você conhece algum Distrito de Inovação?

Existem mais de 170 distritos de inovação distribuídos pelo mundo.

O Research Triangle Park é considerado um dos primeiros distritos. Fundado em 1959, serviu desde o início como um ponto de conexão entre três universidades nos distritos de Durham, Raleigh e Chapel Hill – Duke University, na Carolina do Norte e na Universidade da Carolina do Norte.

Com seu layout inovador, os alunos que frequentavam o parque costumavam fazer muitas caminhadas entre as salas de aula e outras instalações. Dessa forma os alunos que desenvolviam ideias inovadoras e desejam comercializá-las construíam uma rede contatos e relacionamentos capaz de desenvolver e dar vida a essas ideias.

Por isso, notou-se que os estes locais, que se tornaram os distritos de inovação, foram reconhecidos como uma poderosa estratégia urbana, na geração de ideias para o avanço tecnológico e crescimento econômico. Tornando-se ambientes em que as ideias podem circular livremente e as pessoas talentosas podem colaborar são fundamentais para criar a próxima grande novidade no crescimento urbano e econômico.

Esse modelo urbano já está presente no Brasil. Hoje, por exemplo, Uberlândia, Minas Gerais, já conta com o primeiro micropolo da região voltado para conectar empresas que buscam inovar e ter sucesso em seus negócios.

Foto aérea do bairro Granja Marileusa, um Distrito de Inovação em Uberlândia/MG.

 

Carro elétrico e totem carregador no Granja Marileusa.

Que tal conhecer mais um pouco sobre o Granja Marileusa e descobrir o lugar ideal para morar, trabalhar e investir?